Entardecendo

Deus proverá

A radio Deus proverá indo longe para esta sempre perto de você

VIDEOS

Aproveite o tempo que Deus lhe dá

Se perguntarmos às pessoas qual é a principal razão do estresse delas, com muita probabilidade a maioria responderá que é a falta de tempo. A tirania do relógio tem levado muitos a priorizarem seus afazeres e deixarem de lado áreas importantes de suas vidas.

No texto de Efésios 5.15-21 encontramos alguns princípios para a administração do nosso tempo. Vejamos quais.

1) Andar com prudência (v.15)

 “Portanto, vede prudentemente como andais…”. Esta frase no texto grego nos comunica a seguinte ideia: “Estejam atentos para o vosso comportamento que deve ser cauteloso e com precisão”. O advérbio “prudentemente” no grego é ákribôs e significa literalmente “com precisão, cuidadosamente”. Se você é um salvo em Cristo Jesus, então precisa saber que você deve não somente ser cuidadoso com os caminhos por onde anda, mas, ter precisão no seu comportamento, isto é, fazer as coisas que devem ser feitas e do jeito que tem de ser feitas.

Com muita facilidade perdemos nosso precioso tempo com coisas sem sentido, com desculpas esfarrapadas que atestam nossa irresponsabilidade. Precisamos nos arrepender do nosso comportamento fútil que desperdiça um dos tesouros mais preciosos que recebemos de Deus: o tempo.

Adquira o hábito de planejar seu dia. Comece com um cronograma de hora em hora. Com o passar do tempo, altere esse cronograma para cada meia hora. Dentre os compromissos de sua agenda, o mais importante é o da leitura da Bíblia e da oração. Deixe uma folga na sua agenda de uma ou duas horas diárias para você usar com aquelas situações inesperadas. Caso não tenha nenhuma situação inesperada, aproveite esse tempo para adiantar as coisas que podem ser adiantadas, ou para estar com sua família (ainda que em sua agenda esteja planejado um tempo para a família, nunca será demais o tempo que você puder passar com ela). Seja preciso e cauteloso com o seu tempo!

2) Remir o tempo, (v.16)

“remindo o tempo, porque os dias são maus”. O verbo “remir” no grego (èksagorázo) tem o sentido de “comprar de volta o que antes nos pertencia”. Deus nos remiu, isto é, éramos Dele porque fomos criados por Ele, mas o pecado nos separou de Deus, e não fosse a misericórdia de Deus a nós revelada em Cristo estaríamos perdidos. Estávamos à venda no mercado do pecado, e Deus foi até lá e nos comprou para Si novamente e em definitivo.

O mesmo sentido deve ser aplicado ao nosso tempo. Existem muitas coisas que roubam o nosso tempo, que nos desviam do que realmente é importante. É nessa hora que um comportamento sábio e prudente nos permite remir   o tempo, aproveitando-o da melhor forma possível, isto é, para a glória de Deus.

A Bíblia nos adverte: “… os dias são maus”! Se for verdade que em nossos dias temos muitos recursos para realizarmos nossas tarefas, é igualmente verdadeiro que cada um desses recursos pode se tornar um estorvo para nós no bom aproveitamento do nosso tempo.

Preste atenção à sua vida. Veja quais são os “ladrões” do seu tempo; resgate o seu tempo e não deixe esse tesouro em “mãos desocupadas”.

3) Compreender a vontade de Deus, (v.17)

“…mas procurai compreender qual a vontade do Senhor”. No primeiro ponto falei sobre a necessidade de elaborar uma agenda diária das nossas atividades. Mas, essa tarefa não é tão simples assim. Estabelecer o que é prioritário requer acima de tudo a orientação de Deus. Gosto muito de ver como Deus direciona a vida dos Seus servos. Em Atos 16.6-10 vemos que Paulo e seus companheiros de viagem estavam decididos a irem para a Ásia Menor anunciar o Evangelho. No v.6 lemos: “tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia”. Então tomaram outro rumo. Tentaram ir para Bitínia, “mas o Espírito de Jesus não o permitiu” (v.7). À noite enquanto repousavam, por meio de uma visão Deus falou com Paulo. Nessa visão um macedônio suplicava a Paulo: “Passa à Macedônia e ajuda-nos” (v.9). Paulo não questionou e nem teve dúvidas em seu coração. A Bíblia diz que “imediatamente, procuramos partir para aquele destino, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho” (v.10).

Que maravilha! Os resultados dessa obediência de Paulo e seus companheiros foram a conversão de Lídia, da jovem que fora liberta de um espírito imundo de adivinhação e do carcereiro (e possivelmente, da Igreja dos Filipenses). Tudo isso porque eles tinham um só objetivo: glorificarem a Deus realizando o que era da Sua vontade.

Um coração que tem um comportamento prudente e que resgata o tempo não permitindo perdê-lo com banalidades, com toda certeza sempre compreenderá “qual a vontade do Senhor”.

Quando a Bíblia diz: “não vos torneis insensatos”, ela está dizendo para não nos tornarmos sem capacidade de discernir as coisas, não sermos insensíveis ao que Deus está nos mostrando o tempo todo por meio de Sua Palavra.

4) Encher-se do Espírito Santo, (v.18-21)

“…mas enchei-vos do Espírito”. O vinho sempre traz consigo a conotação de alegria. Mas, o crente tem uma alegria infinitamente superior: o Espírito Santo em seu coração. O vinho deixa a pessoa alegre, mas, também leva à dissolução (contenda, brigas). O Espírito Santo nos leva à vida e paz.

Enchermo-nos do Espírito é uma ordem! Somente quem está sempre buscando um viver cheio do Espírito Santo estará sensível à voz de Deus e, por isso, saberá qual é a vontade de Deus para sua vida.

Um coração cheio do Espírito Santo trará em seus lábios palavras que glorificam a Deus e edificam os demais (v.19); será sempre grato a Deus por tudo o que Ele faz em sua vida – não perderá seu tempo com murmuração e ingratidão (v.20); será humilde e se sujeitará aos demais porque o seu maior desejo é preservar a unidade da Igreja de Cristo, e, por isso, não perderá seu tempo causando discórdias e contendas dentro da mesma.

Um coração cheio do Espírito Santo nunca será cheio de si mesmo.

 

About Olivar Alves Pereira

Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Teólogo, Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, professor de Teologia Sistemática, Teologia Contemporânea, Ética e História Bíblica, História e Teologia da Igreja, Educação Cristã e Teologia Sistemática, Sociologia e Ensino Religioso em seminários e escolas na região do Vale do Paraíba, também escreveu lições para a revista de EBD para os adultos da Editora Cristã Evangélica. É associado à Associação Brasileira de Conselheiros Bíblicos – ABCB. Na Política sou Conservador.
This entry was posted in Aconselhamento Bíblico. Bookmark the permalink.