O feneco como animal de estimação

O feneco como animal de estimação

O Feneco ou raposas-do-desertos é um animal lindo, limpo, afável e carinhoso que pode ser domesticado com alguma facilidade. No entanto, não é correto pretender adotar esta bela criatura. A razão fundamental é que o animal morrerá rapidamente no seu novo habitat do nosso lar.

Se sobreviver, o mais provável é que tenha uma vida miserável, por muito carinho e cuidados que lhe tente dar. Além disso, a posse de fenecos é ilegal em muito países. O motivo principal é que o Feneco é um animal oriundo dos desertos do Saara e da Península Arábica.

Continue lende este artigo do Perito Animal para saber mais coisas sobre o Feneco como animal de estimação.

A importância do habitat

O habitar é fundamental para traçar as linhas mestras da evolução das espécies de fauna e flora que se adaptam ao meio envolvente. E precisamente a radicalidade atroz do clima desértico é o principal fator que te configurado a estrutura física e os costumes da raposa-do-deserto.

Teria um pinguim-imperador como animal de estimação em sua casa? Por acaso tem um geladeira enorme a -40º C de temperatura, fustigada por nevões intermináveis? Penso que não é possível. Nem sequer em um zoológico podem recriar em perfeitas condições este habitat.

Do mesmo modo não podemos recrear o deserto nas nossas casas. O Feneco pode ser um excelente animal de estimação em um povoado perto de um oásis situado em pleno deserto ou nos seus limites, porque todo el, todo o seu corpo está adaptado para sobreviver vantajosamente neste ambiente.

O feneco como animal de estimação - A importância do habitat

Morfologia do Feneco

O Feneco é o menor dos canídeos, incluindo menor que um cachorro chihuahua. O seu peso está entre 1 e 1,5 kg. E não mede mais de 21 cm. Um Feneco adulto não ultrapassa os 41 cm, e o seu rabo mede entre 20 a 30 cm. Tem as almofadas plantares peludas para evitar queimar-se nas areias ardentes do seu habitat.

No entanto, a característica física que o distingue mais das outas raposas são o seu par de espetaculares orelhas hiper-desenvolvidas. Essas orelhas têm a sua razão de ser, a primeira é ventilar o calor acumulado no seu corpo. Em segundo lugar, servem para captar o mais ínfimo som que as suas presas possam fazer.

O pelo denso do Feneco é da cor da areia no lombo e flancos, sendo o seu ventre de uma cor cinza-esbranquiçado e mais curto que no dorso.

O feneco como animal de estimação - Morfologia do Feneco

Hábitos do Feneco

O Feneco tem hábitos noturnos. A sua alimentação compõe-se por roedores, répteis, insetos, ovos, pássaros, e também frutos como tâmaras, amoras e bagas. Tem uma capacidade de salto considerável que o ajuda em suas caçadas e na fuga quando atacado pelos seus predadores.

O caracal (Lince-do-deserto) e as corujas africanas são os seus principais adversários. Vive em tocas subterrâneas (de até 10 metros de profundidade), onde a temperatura é mais baixa que no exterior. Na natureza vive aproximadamente 10-12 anos.

O feneco como animal de estimação - Hábitos do Feneco

Fonte: nationalgeographic.com

O Feneco doméstico

No caso de cometer a irresponsabilidade e o grande erro de adotar uma raposa-do-deserto, porque viu uma foto e acha muito fofa, deve saber que o Feneco é estritamente noturno. Se o confinar em uma gaiola durante a noite ele irá morrer!

Se o deixar solto ele fará a sua vida: furar almofadas para esconder alimento ou fazer um buraco para transformar o sofá ou um colchão inabitado na sua toca e sentir-se bem e quente no banco de gelo que será a sua casa.

O Feneco tem a capacidade de perfurar até 6 metros de terra por dia. Se o mantiver em um jardim o mais provável é que escape e um cão acabe com ele. Se o tiver em um apartamento será pior para ele e para si. O Feneco tem uma grande capacidade de salto e pode subir para qualquer mesa ou estante, arrasando tudo por onde passa.

O feneco como animal de estimação - O Feneco doméstico

Aprecie o Feneco

Se pretende que o Feneco faça parte da sua vida, informe-se por ele. Leia, aprecie os documentários, e colecione fotos deste bonito animal Tão pequeno e ao mesmo tempo um enorme sobrevivente dos lugares onde muitos animais, inclusivamente os seres humanos, morreriam sem grande dificuldade.

Sonhe com o dia em que possa viajar ao deserto, e debaixo de um céu celeste cheio de estrelas que jamais contemplará, poderá ouvir e ver as raposas-do-deserto no seu habitat natural.Fonte: Perito animal.

Fonte:Portal evangélico de notícias

A história da preguiça albina é extraordinária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *